17 de junho de 2016

Novos amigos


A Jubiart, participou de um evento em Taquaruçu (conto depois os detalhes), e sempre ganho presente da vida, desta vez, o presente foi ter conhecido um casal maravilhoso, na semana que permanecemos por lá, eles foram os nossos anfitriões: A Dinalva (Dina), uma pernambucana arretada e arteira! E Michiel, (pronuncia Mirryl) um holandês ambientalista.


O encontro foi regado de comidinhas, trocas de receitas, arteirices, boas conversas e risadas, enfim uma riqueza cultural, quando as boas águas se encontram.


Aqui um yakissoba preparado em vez do shoyou tradicional, ele usou o molho de ostra, uma delicía!


E quem disse que conseguia ler os ingredientes dos temperos... Deleta essa parte rs.


Acho que todo homem fica mais charmoso quando cozinha, e quando lava a louça? Idemmmm rsrsrs.


E claro na troca de receitas, não podia deixar de fazer a minha receita particular de caranha recheada (Bia exibida! Affff).


Super simples: Limpo o peixe, e o deixo inteiro, corto todos os temperos que vai num vinagrete, espremo somente um limão, azeite e sal a gosto, pego uma porção de farinha de mandioca (quantidade depende do tamanho do seu peixe) e misturo no vinagrete, recheio o peixe, forro a forma de batata, nesta salpiquei o endro, sal e azeite, deita o peixe sobre a batata e leve ao forno, este aqui em fogo médio levou 45 min para assar.


Assou? Tire do forno, jogue um bom azeite extra virgem e sirva com uma salada crua (opcional).


Em Taquaruçu, chegou a fazer um friozinho bom de dezessete graus (o lugar fica numa serra), e o nosso amigo Mirryl fez uma deliciosa sopa de cebola holandesa, receita do seu pai, e claro fiquei de olho: Ele cortou várias cebolas, colocou numa panela grande, e colocou a água só até cobrir as cebolas, salpicou sal, pimenta do reino, e azeite, cozinhou até amolecer a cebola e desligou o fogo, pegou o pão de forma integral, colocou na chapa até dourar, distribuiu a sopa de cebola nas tigelas, colocou o pão em cima e colocou um queijo ralado, que parecia queijo coalho fresco, e levou ao forno para gratinar. Gentemmmm, aqueceu a alma, amei!!!
Ganhei vários presentes entre eles uma mostarda holandesa, que particularmente achei bem melhor que a famosa dijon. Porém o melhor de tudo é compartilhar afeto com pessoas especiais, e com bônus de uma amizade que vai render muitas histórias...
Gratidão!

Bia.  


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template customizado por Meri Pellens.Tecnologia do Blogger.
Voltar ao topo