31 de agosto de 2013

Feira e Projeto "Mais Cultura"...


Semana intensa de muito trabalho e a próxima será melhor, estaremos presente na Feira da Beleza, Palmas - TO, do dia 31 de agosto a 03 de setembro com alguns lançamentos e muita novidades...
Participar de feiras não é somente vender, sempre trago algo mais na bagagem: Conhecimento, parcerias, bons contatos, visibilidade e grandes amizades (como a minha amiga Celina).

Projeto "Mais Cultura" é um projeto do MEC, na qual ajudei uma escola local a elaborar a montagem de uma oficina fixa na Escola e formação de multiplicadores entre os alunos, se for aprovado, o mesmo será implantado no primeiro semestre de 2014. Mega feliz!!! Pois será mais uma semente plantada em parceria com o projeto da Jubiart "Despertando Talentos", a escola é de tempo integral.


Sem o apoio da Associação Comercial de Tocantinópolis - ACITO e SEBRAE, sempre apoiando os pequenos negócios e parceiros não seria possível participar de uma grande feira como esta, meu agradecimento a todos que sempre estão presente na Jubiart e que acreditam em nosso trabalho feito com muito amor.

28 de agosto de 2013

Registro de Cenas: Curso/Oficina Jubiart




















Na avaliação do curso feito pelas participantes a única crítica e sugestão foi o  "pouco tempo" e  "mais tempo". A programação foi seguida a risca (carga horária 24 horas), o que surpreendeu foi o volume de produção, feita pelas artesãs que nunca trabalharam com alicates, retífica, pirógrafo e tão pouco haviam feito uma peça com cascas e sementes, as associadas da AMAB têm um grande potencial, e a marca XAMBIART, futuramente será conhecida no mercado. Grata pelo empenho e parabéns a todas participantes!

20 de agosto de 2013

O Prazer de Ensinar, Não Supera o Prazer de Aprender!


A partir desta terça-feira, 20,21,22/Agosto, estarei ministrando um Curso/Oficina de Artesanato com sementes e cascas do Cerrado e Amazônia em Xambioá - TO para AMAB - Associação de Moradores do Alto Bonito, investimento feito pela http://www.programaredes.org.br/ com objetivo de fomentar a sustentabilidade e geração de renda através do extrativismo, formando multiplicadores com consciência ambiental e espírito empreendedor. 


A Jubiart fo selecionada através de uma licitação, recebemos a visita na loja/oficina de Celso Miashiro, consultor do Programa ReDes e a algumas associadas, entre elas a Presidente da mesma.



Fico muitooooo feliz em ver instituições preocupadas com a região Bico do Papagaio, estamos distantes dos grandes centros, capacitar, qualificar mão de obra é um dos vários caminhos para melhorar a qualidade de vida local. Sinto-me muito orgulhosa de indiretamente a Jubiart fazer parte deste crescimento. Após o curso/oficina continuarei acompanhando e apoiando a AMAB.


Sempre digo que quando se ensina, se aprende três vezes, uma delas é o conhecimento, a história contextualizada, a cultura que o ator principal trás para dentro da oficina, sempre saio com uma bagagem maior do que entrei, chega a ser imensurável!
Grata ao programa ReDes e AMAB pela oportunidade de compartilhar e aprender!

18 de agosto de 2013

Até Quando Podemos amamentar?

É uma resposta que até hoje não sei responder. Porém posso contar uma história:


Sonhava em ter um parto normal, tive infelizmente só do primeiro, não encontrei um obstetra que encarasse fazer um parto normal numa mulher de quarenta anos, e amamentar enquanto houvesse leite. Na primeira gestação virei um clone de especialista, lia sobre tudo que envolvia aquele momento especial que estava passando pela primeira vez, e os mais antigos sempre aconselhavam, "tome bastante liquido,  coma melancia, açaí para dar bastante leite", como meu peso estava equilibrado, me alimentava super bem. Estava com vinte três anos quando o Leonardo nasceu, com dois meses secou o leite no meu peito, fiquei muito frustada na época.
Na Imagem é o filhote temporão, na proa de um barquinho em alto mar com três aninhos, mamou até aos quatro anos, sempre depois das principais refeições, manhã, tarde, noite a sobremesa era a "thutucka" como ele chamava os meus seios. No seu aniversário de quatro aninhos fizemos todo um ritual de combinados e despedidas, desde então parou de mamar.


Dizem que amamentar por muito tempo cria dependência, será? Aqui a figurinha se jogando em mar aberto aos dois aninhos.

 

Hoje com oito anos, teve só dois problemas demorou a falar (língua presa), e a miopia, usa óculos, aquelas coisas costumeira que dá em criança tipo garganta inflamada, gripe são raríssimos e obesidade nunca teve. É sapeca dentro da hiperatividade normal, o paizão fala que ele tomou gasolina de avião  rsrsrsrs. Ah! Em tempo: Os meus seios não têm estrias e dentro da lei da gravidade dos meus 4.8 eles estão excelentes! Rs.

Foto: Informações:
http://www.facebook.com/events/265765370206386/
http://luzdeluma.blogspot.com.br/2013/08/2-edicao-da-bc-por-que-sou-ativista-da.html
http://blogdodesabafodemae.blogspot.com.br/2013/08/porque-voce-parou-de-amamentar-seu-bebe.html

Esta é a nossa participação nesta coletiva. Acredito muito em instinto materno, nem sempre o que a medicina indica para uma paciente serve para outra, as nossas impressões literalmente são diferentes, e a única coisa que não erra em nosso organismo, é o que o coração sente. O ouça, geralmente ele sempre acerta.
Participe! Ainda dá tempo veja mais aqui http://luzdeluma.blogspot.com.br/2013/08/por-que-sou-ativista-da-amamentacao-2.html


16 de agosto de 2013

Conte a sua história,


ela pode ir bem mais longe do que você imagina... Na imagem, a amiga Ilma, funcionária do Sebrae, dando entrevista para vários canais de TV  regional  sobre o prêmio Sebrae Mulher Negócios, neste dia houve uma reunião com as mulheres empresárias/empreendedoras da cidade de Araguaína - TO, onde foi explanado como participar do mesmo, também dei entrevista, além de contar a minha história, citei algumas conquistas realizadas depois da premiação e a visibilidade do seu negócio que é imensurável.
Para se informar e participar do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios ciclo/2013, vá neste link http://www.mulherdenegocios.sebrae.com.br/  As inscrições encerraram na próxima sexta-feira
Se tiver paciência de ler, aqui está a história que ganhou ouro no ciclo 2012 Estadual e bronze na Nacional. Você pode até sonhar, mas quando acordar busque, seja persistente, acredite, faça o seu sonho acontecer!

Aprendiz

Minha história tinha tudo para dar errado, não deu! Aprendi a ler depois dos nove anos, fiz faculdade depois dos trinta, primeiras leituras foram em jornais  velhos onde nas antigas mercearias enrolavam o peixe ou a carne seca.
Um dia entrei numa loja de montagem de bijuteria, vi as peças e várias montadas num painel para serem copiadas, gostei das peças, mas não gostei das do painel, comprei e comecei a montar a minhas peças, vi naquele momento uma oportunidade de negócio e comecei e vender para parentas e amigas. Mudei de Estado, morava em Belém – Pa, mudei-me para o Tocantins em 1997, consegui um parco emprego, depois de formada fui lecionar, procurei na época loja para comprar peças para voltar a montagem de biju e  não encontrava. Morava no interior e andava muito em fazendas, comecei a olhar o bioma cerrado com mais atenção para a riqueza de cascas e sementes, deu um clique de “professor Pardal” como não pensei nisto antes! Vi mais uma oportunidade no extrativismo com sustentabilidade, um tema na época que começava a agregar valores ambientais (hoje muito importante para o mercado globalizado) comecei a coletar cascas e algumas sementes maduras, e fui pesquisar... Em um quarto montei uma pequena oficina, continuava a lecionar, e as biojóias, mensageiros etc. foram sendo criadas, quando me vi já estava em sala de aula dando oficina, focando o extrativismo como geração de renda com sustentabilidade. A mesma saiu até na agenda do jornal “Tocantins” na época.
Sou da Amazônia, descendente de índio, tenho paixão pela natureza, por que não trabalha-la sem causar impacto ambiental? Não precisar desloca-se para os grandes centros. Iniciar um negócio não é fácil, imagine o fato de ser mulher e com a cara de índia. Quando mudamos para o extremo Norte do Estado do Tocantins – To, parei de lecionar e investir meu tempo em capacitação (trabalho artesanal e artes plásticas) em 2008 fiz a primeira exposição do meu trabalho na cidade de Tocantinópolis, comecei a buscar informações, cursos no SEBRAE,  quando surgiu a divulgação do Empreendedor Individual, me formalizei! Fui, nesse ínterim já estava com uma oficina maior e modestamente abri uma lojinha do lado da oficina para vender o que produzia, com CNPJ na mão corri para o banco para fechar a conta pessoa física e abrir pessoa jurídica, o gerente  recebeu-me numa má vontade, dizendo que no momento ele não tinha informação, nem estava liberado para abrir este tipo de conta (fica difícil julgar se o tratamento foi pelo meu aspecto, ou fato de no interior uma  mulher querer abrir uma conta/empresa?), enfim, não desisti, a persistência é essencial nessas horas, abri a internet no site do tal banco, todas informações estavam lá,  liguei para o Sr. Gerente, e disse que as informações de abertura da conta,  juros e taxas  do empreendedor individual já estavam no site, quem sabe poderia aparecer outra empreendedora lá e...  Fui a outro banco, fui bem atendida e abri a conta.
Atualmente a Jubiart é muito conhecida na região para compra de artesanato e oficina com cascas e sementes do Cerrado/Amazônia (cinco anos de trabalho de formiguinha). Nem sempre foi assim, em 2010 com as vendas em baixa, um amigo incentivou a abrir um blog para mostrar meu trabalho e vender pela internet, comecei timidamente, hoje já registrei o domínio (www.jubiart.com.br), na época que as vendas caem na região, é verão no Sul, Sudeste (onde vendo mais) as vendas aumentam pela net o meu site é mix de profissional e pessoal, onde sempre estou ligando o meu trabalho a história e identidade da cultura do Estado do Tocantins. Ter visibilidade do negócio no futuro é muito bom para direcionarmos o nosso planejamento através do plano de negócio.
Faço parceria e divulgo o trabalho do artesão nas redes sociais, já no trabalho artesanal tenho três parceiras que me ajudam na produção e lixamento do babaçu em época de feiras ou grandes vendas no atacado, elas trabalham em suas casas, já que são donas de casa tentando criar a sua autonomia no trabalho, são mulheres que não tem renda fixa, que fazem parte de Associação e núcleo do Empreendedor. A última feira em que trabalhamos em parceria foi na Feira do Empreendedor/2012 e Fecoart, reuni as parceiras, para mostrar imagens da Feira, compras,  vendas e as novas parcerias, ler o resultada da mesma no relatório enviado as instituições que promoveram o evento. Compartilhar, conhecimento é essencial para o crescimento. A Jubiart não tem grandes benefícios para seus parceiros, mas isto não quer dizer que estamos de braços cruzados: Criamos dois projetos, um para a comunidade: Oficinas voluntárias para crianças e adolescentes. E outro para os Artesãos: Criei o “Espaço do Artesão”, espaço aberto para pesquisa arte, artesanato, acervo particular e recebendo doações de amigos do Estado do Tocantins e através da internet de vários lugares do país. Neste segundo semestre estamos com planos de divulgar mais o espaço nas escolas, já que em nossa cidade não existe livraria ou revistaria.
O difícil no meu trabalho é a disciplina  em separar a residência do Trabalho, já que são juntos. O ponto não é comercial, porém é turístico, fica na beira do rio Tocantins, a casa é antiga e agrega valores históricos (existe a pretensão de no futuro revitalizarmos a parte antiga só para os projetos artesanais/sociais e no fundo construirmos uma nova morada). Tento criar hábitos, através de critérios por prioridades para cada ação no dia-a-dia para não perder o foco do objetivo principal: Crescermos sustentavelmente!

Sinto-me responsável pelas pessoas que me rodeiam, problemas? Temos! A busca de soluções é permanente: Esta semana uma parceira está se tornando empreendedora individual, as outras duas se organizando financeiramente para se formalizarem também. Acredito muito em dividir ideias, emoções, ações, somar para multiplicar. Dinheiro é muito bom! Mas sentir que fizemos parte da realização de algo importante na vida de pessoas que como eu busco realizar-se como uma boa profissional compartilhando e aprendendo, não tem preço!


10 de agosto de 2013

Fácil de fazer...


Oi turma! Com a nova cozinha, comecei a fazer algumas arteirices para decorar. Super simples, não precisa ser um Manet para fazer um fundo de uma tela.
Material: tela 50 X 50, alguns decalques coloridos de tecido ou plastificado (escolha um tema), tinta óleo (branco titânio, verde vessie, amarelo cromo médio e alaranjado cromo), usei tinta óleo porque tenho um bom estoque dos meus trabalhos, mas vc pode usar até tintas a base d'água, é mais barato. com pincel, aqui usei o número 14.


Dê umas leves batidinhas, fazendo um mix de tons sobre tons, dando movimento. Quando chegar no ponto que agrade o seu olhar, estará perfeito!


Quando a tinta secar cole os decalques, com cola de pano ou cola branca normal. Pronto! Já alegra o ambiente e a cozinheira.
A toalha da mesa é uma canga de praia (aqui de rio rsrsrs), tenho várias coloridas, no cafofo elas têm várias utilidades, esta é uma delas.


O assessor de cozinheira não sai mais da cozinha rsrsrsrs (maridão).
Um dia luz para você!


4 de agosto de 2013

Decorando Com a Natureza e Tecidos...


Abano feito de tala de guarumã, coco babaçu fatiado natural e semente de açaí tingida, peixinhos: costurices da irmã parceira Luciana, digo que são as pacus do rio Tocantins (peixinhos do alto)...


Mais as tilápias de Sampa da talentosa artesã parceira Pepa. Fiz uma pescaria a quatro mãos! Modéstia a parte sou uma boa pescadora rsrsrs.
60 cm de altura, 28 cm de largura. Investimento: 45,00 + frete, Contato: biaarte@hotmail.com


Conhece a fruta cajá? Aqui somente a casca da árvore impermeabilizada com verniz (spray).


Detalhes: Coco babaçu fatiado natural, semente de açaí tingida, alça para prender de fio/seda de buriti.
55 cm de altura, 11 cm de largura. Investimento: 50,00 + frete, contato: biaarte@hotmail.com


Para você um fim de semana cheio luz e de possibilidades...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template customizado por Meri Pellens.Tecnologia do Blogger.
Voltar ao topo