31 de outubro de 2013

"Design aplicado a produtos com perfis sustentáveis"


Recebi semana retrasada, este e-mail e semana passada chegou este livro da imagem.

"Boa tarde,
O Programa de Pós-Graduação da Universidade do Estado de Minas Gerais, com fomento do PROAP/CAPES, publicou o livro “Biojoia: design e inovação aplicados às sementes brasileiras”.
O livro é um manual de acabamentos decorativos em sementes ornamentais brasileiras, desenvolvido através de pesquisa de mestrado do PPGD/UEMG, com textos dos autores: Sebastiana Luiza Bragança Lana, Nelcy Della Santina Mohallem André Mol, Bernadete Teixeira, Lia Paletta Benatti e Lia Krucken.
Estamos enviando exemplares do livro para instituições e profissionais interessados. O livro e o envio são gratuitos e caso tenha interesse em recebê-lo encaminhe o endereço de envio".

Fiquei curiosa e perguntei: Como teve acesso ao meu e-mail? Resposta:  "conheci seu trabalho através de colegas que me indicaram o seu site"

Quando o recebi , fiquei meia aerada por alguns segundos, e dando pulinhos de alegria quando abri a embalagem e fui folheando, devorando com os olhos, algo que é empiricamente tão familiar, mas para as universidades é um tema que pode ser pesquisado com várias vertentes... Fiquei de dar um feedback a Lia Paletta, achei pertinente postar aqui sobre.


O mercado externo para biojoia é excepcional! Só que esbarra em várias restrições, no "Exporta Fácil" dos correios há uma lista imensa sobre estas restrições, para cada país listas diferentes, e quando se fala em BIO e EXTRATIVISMO complica mais ainda.


Das sementes citadas na pesquisa, só não trabalhamos com dedo-de-índio e feijão-beiçudo, nunca os vi em nossa região.


Trabalhamos com todos equipamentos citados, mais o pirógrafo.
A Lia Paletta Benatti escreve "Para esta pesquisa considera-se biojoia, qualquer tipo de adorno produzido com materiais naturais, independente de ser considerado efetivamente uma joia ou uma bijuteria", penso da mesma forma, o orgânico é vivo é precioso, independe do metal ou metalúrgica utilizado, na Jubiart artesanato gosto de trabalhar sementes com pedras e fibras naturais também.
O ponto critico de trabalhar a biojoia, é a sua conservação/validade das sementes, já que a sua validade depende de como o usuário a conserva, nas minhas tags, oriento a conservação básica.
A técnica que vocês usam de tingimento degradê, será muito útil para Jubiart, farei alguns experimentos.
A inovação na arte popular é um linha tênue que contrabalança com a tendência de mercado, o cliente quer qualidade, design, sem perder a história, a origem que dá o "DNA" da identidade e cultura de um povo. A inovação nas técnicas de acabamento das sementes é muito interessante, dá um novo olhar para a textura e forma da semente, gostei muito!


Biojoia com pedras


O pirógrafo que utilizamos.


Lia, o livro já se encontra no Espaço do Artesão, um pequeno espaço que disponibilizamos na Jubiart para consultas dos artesãos e estudantes da comunidade de Tocantinópolis e região. O estudo/pesquisa, e a publicação deste trabalho só vem nos acrescentar, é bom ver projetos derivando atitudes, transformando realidade e gerando renda sustentáveis. Grata!

Bia.
Jubiart - Artesanato.


11 comentários:

  1. Bia, muito feliz por você, por ver seu trabalho valorizado, sua profissão reconhecida e apreciada.
    Feliz também, e orgulhosa, de um trabalho tão lindo ser daqui de MG.
    Adoraria ler este livro aí, nesta sala tão linda.
    Beijo!
    Parabéns para a Lia e toda a turma que fez o livro, através da UEMG e PROAP/CAPES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vc sabe, morei em Beagá, acho os artesãos, artistas plásticos e designers da terra mineira, fantásticos! Trabalhos com muita história, e com uma qualidade tipo exportação, principalmente em esculturas e predarias.
      Lúcia, bjossss.

      Excluir
  2. Esse reconhecimento é mais que merecido,Bia!Que legal!Parabéns! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica,
      obrigada pelo carinho.
      Bjossss

      Excluir
  3. Olá Bia

    Parabéns por ter este tipo de reconhecimento. Saber que existem pessoas que conhecem seu trabalho mesmo que virtualmente.

    AMIGA DA MODA by Kinha

    ResponderExcluir
  4. Bia, tão lindo seu trabalho!Fico encantada com td que vc mostra aqui e o mais importante é ver sua ascensão e o reconhecimento público!
    Muito sucesso,mulher!Vc merece!

    ResponderExcluir
  5. Quanta coisa bonita por aqui. Parabéns. Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Oi Bia, é a Vi, vamos aguardar que essas pesquisas abra as fronteiras que dificultam a exportação, pois se existe um mercado no exterior, é justo que você venha fazer parte dele.
    Sucesso!
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir

Amo a participação de vocês! Através dos comentários, troca de experiências, informações, alertas, "puxadas de orelhas". Tudo é uma eterna aprendizagem... Grata.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template customizado por Meri Pellens.Tecnologia do Blogger.
Voltar ao topo