18 de agosto de 2013

Até Quando Podemos amamentar?

É uma resposta que até hoje não sei responder. Porém posso contar uma história:


Sonhava em ter um parto normal, tive infelizmente só do primeiro, não encontrei um obstetra que encarasse fazer um parto normal numa mulher de quarenta anos, e amamentar enquanto houvesse leite. Na primeira gestação virei um clone de especialista, lia sobre tudo que envolvia aquele momento especial que estava passando pela primeira vez, e os mais antigos sempre aconselhavam, "tome bastante liquido,  coma melancia, açaí para dar bastante leite", como meu peso estava equilibrado, me alimentava super bem. Estava com vinte três anos quando o Leonardo nasceu, com dois meses secou o leite no meu peito, fiquei muito frustada na época.
Na Imagem é o filhote temporão, na proa de um barquinho em alto mar com três aninhos, mamou até aos quatro anos, sempre depois das principais refeições, manhã, tarde, noite a sobremesa era a "thutucka" como ele chamava os meus seios. No seu aniversário de quatro aninhos fizemos todo um ritual de combinados e despedidas, desde então parou de mamar.


Dizem que amamentar por muito tempo cria dependência, será? Aqui a figurinha se jogando em mar aberto aos dois aninhos.

 

Hoje com oito anos, teve só dois problemas demorou a falar (língua presa), e a miopia, usa óculos, aquelas coisas costumeira que dá em criança tipo garganta inflamada, gripe são raríssimos e obesidade nunca teve. É sapeca dentro da hiperatividade normal, o paizão fala que ele tomou gasolina de avião  rsrsrsrs. Ah! Em tempo: Os meus seios não têm estrias e dentro da lei da gravidade dos meus 4.8 eles estão excelentes! Rs.

Foto: Informações:
http://www.facebook.com/events/265765370206386/
http://luzdeluma.blogspot.com.br/2013/08/2-edicao-da-bc-por-que-sou-ativista-da.html
http://blogdodesabafodemae.blogspot.com.br/2013/08/porque-voce-parou-de-amamentar-seu-bebe.html

Esta é a nossa participação nesta coletiva. Acredito muito em instinto materno, nem sempre o que a medicina indica para uma paciente serve para outra, as nossas impressões literalmente são diferentes, e a única coisa que não erra em nosso organismo, é o que o coração sente. O ouça, geralmente ele sempre acerta.
Participe! Ainda dá tempo veja mais aqui http://luzdeluma.blogspot.com.br/2013/08/por-que-sou-ativista-da-amamentacao-2.html


20 comentários:

  1. Que lindas tuas palavras e que3 sirvam de incentivo às mamães. Lindas fotos, adorei! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Que testemunho bacana, Bia. No meu terceiro filho foi que eu me realizei totalmente na amamentação! Fui feliz nesse período por amamentar sem problemas a minha filha temporona. Amamentar é tudo de bom! Grande abraço e lindo domingo!

    ResponderExcluir
  3. Bia nao tive esse privilegio,eu tinha muito leite, mas não tenho o bico do peito desenvolvido,antes do meu filho nasces, nao sabia que não tinha o bico do peito, tentei fazer exercício para ver se melhorava, mas era tarde.
    meu filho tentava pegar e nao consegui, ai chorava, e me feria o seio
    e o leite ficava dentro, e me vinha febre altíssima,
    tirava com a maquininha, mas depois de alguns dias, fazia muito mal, porque eram muito cheios, tive que tomar um remédio para o leite seca.
    seu filho è lindo forte e feliz, deve ter sido por todo esse "thutucka"

    baci baci

    ResponderExcluir
  4. Oi Bia, também sonhei muito com um parto normal, mas não foi possível. A Gabi tava com o pescoço preso no cordão e não desceu o suficiente pra eu ter dilatação, O Mateus, dois anos depois, também não tive dilatação suficiente, então...... ambos foram amamentados no peito exclusivamente ate os 04 meses, dai comecei com chazinhos, suquinhos, e afins e aos 8 meses a Gabi não quis mais e foi parando sem traumas, o Mateus foi aos 6 meses da mesma forma.... acho muito importante amamentar e sou super a favor,
    Beijinhos querida e inte

    Blog da Gullo

    ResponderExcluir
  5. Ainda cheguei a ver vc amamentando, lindo mesmo. É um momento mágico, amo amamentar minha filhota Maria Flor! Bjsss

    ResponderExcluir
  6. Bia, eu apoio totalmente. Amamentei meu filhote por quase dois anos e tenho o maior orgulho disso.

    Estou preparando meu texto, tbm vou participar dessa BC.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Bia, meu primeiro ilho mamou apenas 1 mês, tive mastite, fui para o hospital, fiz punção, fiquei uma semana internada.Sofri muito:dores, secreção que não parava de sair das mamas,desconforto total...sempre dizia que nunca mais amamentaria, pois quase morri, a febre não me abandonava.Bem, depois de 4 anos engravidei e o fantasma de passar por tudo de novo, me angustiava...comecei a ler tudo sobre amamentação e sozinha aprendi a dar de mamar pra minha filha sem dor e sem medo.Ela mamou por quase dois anos,mamaria por mais tempo se eu não tivesse tirado...tirei porque percebia que ela não aceitava outros alimentos e eu achava que não era bom pra ela.Clarissa cresceu fortíssima,inteligentíssima,nunca me deu trabalho.Aconselho todo mundo a amamentar, porém, sei que em muitos casos, isso não é possível, então eu digo...mais vale uma mamadeira dada com amor, do que uma mamada com terror!!Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Minha mãe me amamentou até o dia no qual ela foi a maternidade ter Júnior, eu tinha dois anos. Depois deu de mamar a Júnior até Rafaela nascer, ele tinha quatro anos, Rafaela mamou até os seis, foi uma aventura desmamar ela... e no final mainha passou 12 anos seguidos amamentando, acho que ela também sofreu para desmamar. Não acho que amamentar crie dependência, acho que cria vinculo, vinculo forte com muita cumplicidade misturada no meio. Sei lá, as vezes acho que algumas pessoas - independente de classe social - tem medo de criar vínculos e cumplicidade - ou não foram ensinadas a fazer isso - com qualquer pessoa e os filhos se incluem nisso... Ah, quanto a estética, minha mãe também não tem estria e a flacidez também não é tudo isso...

    ResponderExcluir
  9. Oi, Bia!!
    Foto linda!! Tinha que postar :D Maridón está certo: Amamentar é natural! Cabeça tranquila, coração tranquilo e tudo flui! Lógico que escutamos muitos palpites, mas temos que confiar naquele que o nosso instinto aponta como o ideal!
    Lembro que quando era criança e gostava de brincar de assustar as pessoas. O famoso esconde e faz buuuuuuuuu... um dia a minha mãe disse que não podíamos assustar mulheres com criança de colo, porque o leite secava. Não sei se isso era verdade ou foi uma traquinagem da minha mãe para fazer conter a minha brincadeira com as suas amigas. Mas creio que qualquer mudança brusca que faça a mulher se sentir emocionalmente frágil, afeta a produção de leite.
    Obrigada por participar!!
    Bom Domingo!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  10. Bia,
    Muito legal sua participação, mas eu vim mesmo por conta desta beleza de imagem que você nos deixou com este caudaloso rio atrás.
    Teu filhote é forte e bem resolvido, deve ser mesmo todo este carinho que o leite materno passa para a criança.
    um beijo grande e carioca


    ResponderExcluir
  11. Bia,
    altamente animadora a tua participação recheada de exemplos bem sucedidos sobre a amamentação e a sabedoria que emana do coração.Adorei!
    Teu filhão é a vitalidade em movimento.
    Bjos aos dois.
    Calu

    ResponderExcluir
  12. Adorei sua participação Bia!
    Lindas as fotos e parabéns pelo filho bonito que criou...muito lindo!
    E com estes depoimentos vamos ajudando as mamães mais novas com certeza.
    Um beijo
    Astrid Annabelle

    ResponderExcluir
  13. Oi Bia.. Obrigada pela visitinha, adorei... Que historia bonita... Amamentar é um ato lindo de amor, pena que muitas mulheres não pensam como você.
    Ah... Amo suas peças...
    Um beijo grande e tudo de melhor para vc.

    ResponderExcluir
  14. que legallll, nossa parece que eu escrevi esta postagem.
    Tive meu filho com 31 anos, amamentei ele até os 4 anos. Todo mundo falava, enchia o saco que ele fazia meus peitos de chupeta, mas se eu tinha leite pq não amamentar? Quando fez 4 anos tb fizemos uma história pra ele largar, pois eu senti que o leite estava secando, foi a hora certa mesmo. Não me arrependo, hoje ele está com 8 anos, super esperto, inteligente, ligado no 220 rsrsrsrs e nunca teve problemas sérios de saúde. Os médicos dizem que o pior eu vou sentir pois meus dentes ficaram fracos e vou ter problemas ósseos, mas ainda não apareceu nada rsrsrsrs (vou entrar no 4.0 no final do ano)..... Ele tb teve um problema pois começou a falar só com 3 anos e não falava a letra r no meio das palavras, mas com 7 pra 8 anos começou a falar sozinho direitinho, sem precisar de fono. Adorei sua história e fiquei com vontade de participar da blogagem (adoro blogagem)..... se minha internet lá em casa ajudar eu entro. Beijocas e adorei te conhecer mais um pouco, temos coisas em comum, rsrsrsrsr.
    Bjs da Ju

    ResponderExcluir
  15. Parabéns, Bia
    Essa participação coletiva incentiva muitas mães a conscientizar sobre os benefícios da amamentação.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Linda participação...como cada gestação é deferente... Sabe eu amamentei até os 09 meses e para desepero das invejosas de plantão meu seio do manequim 44 depois ficou 46....rsrs Ou seja não "murchou" só parei por a natureza ter diminuido o leite e o interesse da minha bb.
    Sei e respeito muito os benefícios da amamentação.

    Muita Luz e Paz
    Abraço

    ResponderExcluir
  17. bookmarked!!, I love your site!

    Here is my web blog; minecraft games

    ResponderExcluir

Amo a participação de vocês! Através dos comentários, troca de experiências, informações, alertas, "puxadas de orelhas". Tudo é uma eterna aprendizagem... Grata.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template customizado por Meri Pellens.Tecnologia do Blogger.
Voltar ao topo