31 de janeiro de 2011

Dieta Coletiva - Estar Bem...

Começando a semana com a tela deliciosamente saudável do artista renomado da nossa região Valdonés dos Santos.

Quinta, semana da Dieta Coletiva - semana passada postei a perda de peso, vou comentar talvez algo mais importante do que perda de peso (p/ mim), estou sentindo-me muito bem, o estômago esta funcionando parece um relógio, mais disposição, pela primeira vez a minha menstruação chegou, e não senti aquele famoso inchaço, neste período chegava a aumentar até dois quilos além do meu peso normal. Na minha alimentação só diminui o volume e a cerveja, não retirei nada (sou semi vegetariana e não consumo frituras e doces), aumentei o consumo de fibras naturais como: Linhaça, quinoa, gergelim (que adoro!) e religiosamente pela manhã um copo grande de água morna, passados 30 minutos tomo o café da manhã.

10 dicas para emagrecer de forma saudável

1. Não tenha pressa. Se está acima do peso, pergunte-se há quanto tempo carrega esse excesso. Então, para que eliminar peso do dia para a noite?

2. Corrija gradativamente a sua atitude em relação aos alimentos.

3. Não exclua de um dia para outro aquele alimento que só de pensar dá água na boa. Na verdade, nunca o exclua, mas saiba quando e quanto pode ingerí-lo.

4. Controle a ansiedade. Encontre uma distração ou um hobby que faça com que a sua atenção desvie da comida.

5. Estipule horários para as refeições.

6. Deixe de comer aquele doce e substitua pela fruta da sua preferência.

7. Beba muita, mas muuuuuita água.

8. Deixe o seu prato colorido. Saladas e legumes devem estar presentes diariamente no almoço e jantar.

9. Se alguém notar que está adotando novos hábitos e perguntar se está de "regime", mande um audível "não". Muitas pessoas adoram sabotar as boas intenções alheias.

10. Confie em você! Tenha sempre uma atitude positiva. Estar determinada e confiante é mais do que meio caminho andado para atingir o seu objetivo.

Por:
Roberta Stella
Nutricionista formada pela Universidade de São Paulo (USP)



29 de janeiro de 2011

BC - Esmalte, Aproveitem e olhem o Rio...


Semana passada não postei a cor rosa, mas como tinha afirmado e aqui comprovado pintei...

(literalmente), minha manicure viajou para o Sul e... Saiu esta meleca, não gostei, acho que ficou manchado. Canhota, não consigo pintar a esquerda legal, com vocês devem ocorrer o contrário. Usei Impala "Babados" da linha floral e por cima Colorama Reflexos Rosados.

Inspirada na minha amiga Clau Finotte, que tem um post com o fundo do mar e uma flor na mão (até o momento, a produção mais linda da BC, para mim, claro!), fiz essa foto com o fundo do meu lindo rio Tocantins, que com as chuvas está cheião, e não canso de dizer - essa energia toda fluida passa a 60 metros á frente da minha casa.


Fundo da foto: semente de açaí lixada (costumo dizer última pele), só para lembrar que a sua polpa (aqui na região é vinho do açaí) é da cor deste esmalte. O que é a natureza, uma cor tão forte, cobre uma brancura perolada...

Menina e a cor? Calma! É Impala Ameixa Doce, ele fica fosco, meio emborrachado, e a secagem é instantânea! Comprei esta semana, não sabia desta novidade... Aliás além de me cuidar tenho me divertido bastante com as cores que nunca ousei pintar um dia na vida, mudar de opinião é bom para ter visão de outras perspectivas, e isto não se limita somente a cor do esmalte...

Um fim de semana cheia de várias perspectivas para vocês!!!


28 de janeiro de 2011

Blog Retrô - Coisas Simples...



Este trabalho é homenagem a blogueira Evani da VANNABIJU, que é fã number one de semente de açaí.
Temos aqui três simples fiadeiras - fios acetinados, tipo seda com açaí,
as pontas ficam soltas... Neste caso em função da flexibilidade do fio você pode reaproveitar as sementes que estão com furos tortos...
Podemos fazer um nó cego de lenço ou
nó fechado, ou
três nós cego seqüenciado, ou
três nós fechados seqüenciados, ou
Pontas soltas trançadas despretensiosamente com nós nas pontas,
não gostou do anterior? e só dar um nó acima e mudar o desenho. Com simples três fios de açaí não podemos mudar o mundo , mas podemos mudar o visual de forma simples. O que vocês acharam?

27 de janeiro de 2011

Coleção Apinayé - 09/10


09 - Brincos de açaí meio lixado natural (vendido)


010 - Colar 3 voltas, regulável com semente de paxiúba lixada e açaí meio lixado natural (vendido).
O interessante neste colar é que pode ser transformado em cinto com duas voltas.


Histórico do contato (dos Apinayé)



apinaye_5
Os primeiros “civilizados” a alcançar o território ocupado pelos Apinajé foram jesuítas que, entre 1633 e 1658, empreenderam quatro entradas Tocantins acima, a fim de “descerem” índios para as aldeias do Pará. À medida que os caminhos pelos rios Araguaia e Tocantins foram sendo abertos, o contato com os grupos indígenas que habitavam esta região tornaram-se mais constantes e as referências aos Apinajé cada vez mais precisas. Os rios Araguaia e Tocantins tiveram várias expedições coloniais a percorrer suas águas no primeiro quartel do século XVIII, vindas não apenas do sul, mas também do Maranhão e Pará, que disputavam a posse da rica região aurífera recentemente descoberta pelos bandeirantes de São Paulo no sul de Goiás. Até o final do século XVIII os Apinajé entraram diversas vezes em contato hostil com os “civilizados”, empreendendo “correrias” pelo Tocantins para apoderarem-se de ferramentas.
Em conseqüência dessas correrias foi fundado, em 1780, o posto militar de Alcobaça, que apesar de suas seis peças de artilharia foi abandonado devido as incursões dos Apinajé. E, em 1791, foi fundado outro posto militar no rio Arapary. Em 1797 foi fundado o posto São João das Duas Barras, atual São João do Araguaia. Esse fato marcou a entrada dos Apinajé em contato permanente com a sociedade nacional.

26 de janeiro de 2011

FAZER O BEM, FAZ BEM. PARTICIPEM!!!

A grande artesã Luci http://postandosobreartes.blogspot.com/ se juntou com a grande blogeira Elaine http://www.elainegaspareto.com/ e estão tentando sensibilizar 1000 corações (já conseguiram 600) para compra de uma rifa, e mobilizando várias artesãs e amigas (os) que estão doando brindes/presentes/ kit etc. Para serem sorteados através da Loteria Federal. Podem acessar o link direto da rifa no lado direito da sua tela, ou o blog Bazar Solidário. Objetivo: Ajudar nossos irmãos na maior tragédia natural da história do nosso país.

Não ia fazer divulgação da doação da Jubiart, porém lendo ontem o apelo da amiga Elaine, cá estou, vamos participem e divulguem!!! Quem sabe vocês não ganham algo da Jubiart, se for homem o sortudo, presenteie alguém especial.


Saida de praia toda em crochê (ponto segredo), tamanho médio (42).


Bolsa tira-colo tecido em algodão cru, alça não regulável, frente detalhe em crochê com disco de coco.

Conj. de biojóias - Colar/brincos com sementes de jarina lixada e buriti lapidado e tingido, e fibra de buriti.


Livros com vários casos de Chico Xavier, escrito por Ramiro Gama, independente de crenças, religiões, bons exemplos, boas histórias é sempre bom serem compartilhadas.

Como escreveu nossa amiga Elaine Gasparetto "Vamos transformar dó e pena em solidariedade e atitude", fazer o bem, faz bem. Participem!!!

Aqui nosso kit Jubiart, e boa sorte!

25 de janeiro de 2011

Ternuras BANZAI...

Vocês já ouviram falar de uma flor Margarida que queria ser bonsai? Pois, ela existe.
Foto: Está flor ternura/presente veio de Portugal e aterrizou em Tocantinópolis - TO, é um broche funcional, serve também para prender cabelo.
junto estas maravilhosas sardinhas... Te peguei! Enganei! E a flor enganou meus olhos, são chocolates da melhor qualidade, se desmancha na boca...

Ah! Agora é sardinha de verdade, e vou degustá-la com um bom vinho, no dia em que aqui na beira do rio Tocantins (aquele que passa frente a minha casinha) fizer um friozinho gostoso.

É encrivel como uma pessoa do outro lado do Atlântico vai me conhecendo e tendo a fina percepção dos meus gostos por peixes, chás etc. Olhem o mix de chá verde com gengibre, que a linda Flor me presenteou.


Acho que a ternura Flor sabia que tenho em casa uma xícara oriental só para infusão dos meus chás...

Queres conhecer um blog de personalidade e conteúdo?
Viajar pela cultura japonesa? E conhecer uma Flor especial que não dá em qualquer jardim inglês

Flor, amei os presentes, mimos e carinhos, mas , o que vale a pena nisto tudo não é palpável e nem dá para bater uma foto e colocar na blogesfera, vou tentar traduzir nas palavras:
Os bons sentimentos não tem etnia, raça, cor, eles viajam, se encontram e crescem, se transformam em amizade que ficam para sempre. Grata pela sua amizade ternura Flor Margarida.

24 de janeiro de 2011

Castanha do Pará - Dieta Coletiva/4º semana


Perdi 1 kilinho e 55 gramas, bem como a idéia é melhorar a qualidade de vida, vamos aos poucos mudando os maus hábitos... Vou tentar (de novo) academia, estou com pouca disciplina nas caminhadas (tomara que a minha amiga Cris volte logo de Sampa, é uma grande amiga e companheira de caminhada).
A árvore lá em cima? É uma castanheira em plena época de produção. Explico: Minha amiga Luma (luzdeluma.blogspot.com) sugeriu que falasse um pouco sobre a Castanha do Pará, já que moro na região produtora da mesma (Norte). Fui ontem lá na Luma e me surpreendi com a imagem do lindo Max e dor da minha amiga, fez meus olhos ficarem "molhados" como diz meu filho de 5 anos, quando vê uma história triste, sempre digo para ele, chore! Pode chorar bastante, não é feio mostrar sua emoção e colocar um pouco para fora o que está apertando dentro do peito. Pode chorar minha amiga Luma, o Max merece nossas lágrimas e respeito, é um cão valente!

A Castanheira e castanha do Pará sempre estiveram presentes na minha vida e nas minha memórias afetivas. Meu avó possuia umas terras no Apeú - PA (100 km + ou - da capital), saltavamos do ônibus na rodovia e íamos a pé cortando campos de plantação de café e pimenta-do-reino, chamavamos aquelas terras de "Colonia", a entrada era um sonho, a estrada ladeada de imensas castanheiras, as terras rodeados de igarapés de águas cristalinas, havia além da casa principal um imenso retiro onde se fazia farinha, nas férias, era uma farra! Entrava nos poços para descascar mandioca (pubada) para fazer a famosa farinha d'água na região, quebravamos o ouriço (fruto da castanheira), retirava e quebrava as castanhas e comia in natura com farinha, assim, tudo natural... Infância muito simples, e muito feliz!

O ouriço é utilizado nas biojóias com braceletes (polidos no torno), pingentes, mensageiro dos ventos etc.

Retarde o envelhecimento comendo uma castanha por dia

1 casatanha por dia ...

...Não mais do que isso, garante as doses de silênio de que seu corpo precisa para preservar cada célula, botar para fora possíveis substâncis tóxicas e viver mais.

O mineral da castanha também tem um papel especial na proteção do cérebro. É que, com essa capacidade de acabar com a farra dos radicais livres, as células nervosas seriam preservadas, evitando o surgimento de doenças neurodegenerativas com a idade. O mineral também está intimamente associado à capacidade de o organismo se livrar de substâncias tôxica, ajudando inclusive a expulsar possiveis metais pesados que se alojam nas células.

(fonte: Revista Saúde é Vital)

Como Usar

As castanha devem fazer parte da sua dieta. Mas, por serem muito calóricas, é necessário consumi-las com moderação. Aqui vai algumas dicas de como inseri-las de forma criativa e delicoisa no seu dia.

  • No café da manhã: Misture castanhas trituradas no iogurte ou cereal.
  • Nos lanches: Elas são excelentes para comer entre refeições. Para não exagerar,separe em um potinho ou saquinho pequeno a quantidade permetida e coma durante o dia.
  • Nas refeições: Adicione as castanhas raladas, ou em lascas em saladas, farofas,arroz e sopas. além de nutrientes, os pratos ganham sabor e textura.
  • Como aperitivo: Desse jeito você já conhece. Pistache, amêndoa, amendoim e castanha do Pará, vão bem com praticamente tudo.

Cuidado para, de grão em grão, não exagerar na quantidade.

Que tal uma receitinha básica?

Salada de Brócolis e Farofa de Castanha do Pará

Ingredientes

2 maços de brócolis (1 kl), 2 colheres de azeite (5 gr), 4 colheres de suco de laranja (40 ml), 1 colher (café) de sal, 30g de castanha do Pará, 2 fatias de forma integral torrados (50g).

Modo de Preparo: Limpe o brócolis, separe em buquês e cozinhe, sem deixar amolecer demais. Arrume uma travessa a alface, deixando um espaço no centro. Coloque o brócolis no centro. Misture o azeite, o suco de laranja e o sal e regue o brócolis. Bata no processador no processador a castanha do Pará e o pão torrado. Salpique sobre o brócolis e sirva.

Informações Nutricionais Por Porção

Calorias: 82 calorias, proteínas: 5,2g, gorduras: 3,3g, carboidratos: 11,2g

Turma! Fiz a receita (delícia!), mas mudei algumas coisinhas: reduzir a receita pela metade (1 k é muito), em vez de aferventar, fiz no vapor, o brócolis fica mais bonito e perde menos propriedades nutritivas, não tenho processador, foi no liqui... mesmo, em vez de bater usei o "pulsar".

Depois de pronto é só ir para o abraço... Até a próxima!

Fotos: Excepcionalmente do Google.

22 de janeiro de 2011

Jubiart "Tá Dominado!"


Excepcionalmente não farei neste sábado a blogagem Coletiva/Esmalte (Meninas poderosas! Elas já estão todas rosinhas...).

Desculpem não estar visitando a todos e retribuindo comentários, esta semana dei prioridade ao trabalho, e temos novidades a Jubiart já tem o domínio http://www.jubiart.com.br/

e para completar estamos trabalhando na lojinha virtual que se chamará VITRINE JUBIART. Aguardem...
A foto? Autoria do maridão Júlio, placa de madeira esculpida pelo mesmo, madeira cedro manso.
Curiosidade: As telhas da nossa residência e oficina, foram feitas nas coxas (literalmente) e depois queimadas.
Um fim de semana cheio de cores, luz e alegrias a todos!

21 de janeiro de 2011




Coleção Apinayé - 07/08

07 - Colar tamanho médio com sementes de buriti lapidadas e tingidas. Valor R$ 25,00 (Vendido).

08 - Para compor brincos com sementes lapidadas e tingidas de buriti. Valor R$ 10,00 (vendido).

Coleção Apinayé - 07/08

07 - Colar tamanho médio com sementes de buriti lapidadas e tingidas. Valor R$ 25,00 (Vendido).

08 - Para compor brincos com sementes lapidadas e tingidas de buriti. Valor R$ 10,00 (vendido).

20 de janeiro de 2011

Coleção Apinayé - 05/06


05 - Colar com semente de tiririca natural, flor de crochê e semente de açaí natural meia lixada. Valor R$ 40,00 (vendido).

Mais detalhe com opção de várias voltas.

Para compor Brincos com flor de crochê e semente de açaí tingida. Valor R$ 10,00 (vendido).

Tons neutros, você inventa mil combinações...

Coleção Apinayé - 05/06


05 - Colar com semente de tiririca natural, flor de crochê e semente de açaí natural meia lixada. Valor R$ 40,00 (vendido).

Mais detalhe com opção de várias voltas.

Para compor Brincos com flor de crochê e semente de açaí tingida. Valor R$ 10,00 (vendido).

Tons neutros, você inventa mil combinações...

19 de janeiro de 2011

Coleção Apinayé - 03/04

03 - Gargantilha com semente de açaí natural lixada e tingida, fitilho dupla face. Valor R$ 25,00 (vendida ás 09:26).

Fecho regulável com laço e açaís nas pontas.

04 - Brincos com sementes de açaís tingidos. R$ 10,00 (vendido ás 09:26)

Coleção Apinayé - 03/04

03 - Gargantilha com semente de açaí natural lixada e tingida, fitilho dupla face. Valor R$ 25,00 (vendida ás 09:26).



Fecho regulável com laço e açaís nas pontas.


04 - Brincos com sementes de açaís tingidos. R$ 10,00 (vendido ás 09:26)

18 de janeiro de 2011

Dieta Coletiva - 3º Semana


Esta semana que passou queria ser astronauta, me alimentar através de cápsulas, em vez de remédio, alimento seria bem prático, e meus os olhos não ficariam tão tentados... vou começar hoje pelas duas escapadas: churrasco na quinta-feira (primeira carne vermelha do mês de janeiro) e domingo um vatapá típico paraense, feito com pão e camarão inteiro (a culpa foi do meu amigo Flávio que trouxe uns camarões fresquissímos de São Luís - MA), uma das melhores coisas do mundo é pôr a culpa nos outros, ahahahaha. (que maldade Bia!).
Continuo com as caminhadas, (queria tempo para fazer mais...) Chá verde, e comendo saladas básicas como esta salada acima: Alface, maçã, tomate, cenoura e picles de cebola, tudo cru com fio de azeite.

Na foto coco babaçu inteiro, partido, coco fatiado e lixado (que utilizo nas biojóias), amêndoa inteira e amêndoa cortada ao meio.
Sobre a palmeira do babaçu já falamos aqui, hoje vou ficar no alimento, muito utilizado na região, o leite do coco, o mesocarpo ou simplesmente farinha ou pó de babaçu, rico em amido, vitaminas e sais minerais, podendo ser usado em bolos, tortas, vitaminas e sucos de frutas, possui propriedades antiflamatórias e analgésicas. rica em fibra a farinha do babaçu ainda é recomendada na prisão de ventre e colite.
O azeite de babaçu resultado de uma atividade extrativista 100% natural, e 100% artesanal, pode ser utilizado em pequenas quantidades na alimentação diária. Quer saber mais? Visite o www.miqcb.org.com - Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu.


A produção da foto na nossa oficina, 99,9 % das fotos postadas aqui são autorais, temos duas máquinas, uma profissional e outra "quebra-galho", mas os fotógrafos são amadores ahahah. Na foto maridão fazendo um "extra" para Jubiart.
Estamos "podendo", a nossa querida Clau Finotti criou até um blog especialmente para Dieta Coletiva, vamos lá... http://dietacoletiva.blogspot.com/2011/01/comer-bem.html, Hoje tem uma matéria selecionada pela nossa amiga Giu. Imperdível !!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template customizado por Meri Pellens.Tecnologia do Blogger.
Voltar ao topo