3 de janeiro de 2011

Dieta Coletiva? Vamos lá...

A amiga Clau fez o convite para participar da Dieta Coletiva, quer participar? Dê um pulinho no Força de Expressão que está tudo explicadinho lá.

Não vou começar pela rotina, vou começar pela disciplina, meninas sou muito ruim nisto, detesto rotina, disciplina idem... Acho que vai ser muito interessante pela interação que vamos ter através, idéias, sugestões, receitas gostosas, puxões de orelha (brincadeirinha)  etc... Cobranças? Só a consciência.
Exercícios - academia não é o meu forte, meu recorde dentro de uma foram 2 meses rsrs, que péssimo exemplo! 
Adoro massas! e uma cervejinha com gelo (isto, com gelo!). Já perceberam o drama: Trabalho sentada, não faço exercício, gosto de massas e cerveja, entre outras palavras vou dar trabalho para vocês rsrs. Peso atualmente 66 quilos e tenho 1,63 metro, vou perder 6,0 quilos neste ano, é promessa para ser cumprida.   
Vamos lá, hoje estou me propondo fazer a primeira caminhada do ano e desta fazer uma rotina com muitaaaaa disciplina.
Ah! Outro "pepino", estômago preguiçoso, quase parando, atualmente para melhorá-lo, bato no liquidificador a semente de linhaça com gergelim e jogo em cima do mamão e papo... Achei o texto de Rafael Tonon, simples e esclarecedor sobre o "pepino". Se tiverem um tempo deem uma lida...


O que são alimentos funcionais?

Texto Rafael Tonon
Os alimentos funcionais ou nutracêuticos são aqueles que colaboram para melhorar o metabolismo e prevenir problemas de saúde. Ou pelo menos deveriam ser assim: os cientistas já reconhecem as propriedades funcionais de muitos desses alimentos, porém os estudos ainda não são conclusivos. “A ciência ainda não consegue determinar uma dieta diária de alimentos funcionais que atenda a todas as necessidades do organismo”, explica Valdemiro Sgarbieri, da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp.
Essas substâncias não são novidade, como às vezes prega a indústria de alimentos. As isoflavonas, por exemplo, compostos que ajudam na redução do colesterol ruim, fazem parte da alimentação humana desde que a soja foi descoberta pelos chineses, há mais de 5 000 anos.
O que vem acontecendo é um aprofundamento nos conhecimentos da natureza química das substâncias funcionais e das suas funções no organismo. Com isso, os laboratórios e a indústria alimentícia passaram a produzir, em larga escala, alimentos funcionais formulados ou “artificiais”, como leites fermentados, biscoitos vitaminados e cereais matinais ricos em fibras.
Para chegarem ao mercado, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária exige que o fabricante apresente provas científicas das propriedades funcionais alegadas na embalagem. Mas não se entusiasme demais com os rótulos: 1 litro de leite com ômega 3, por exemplo, oferece menos desse ácido graxo que uma posta de salmão.
Fonte: Inar de Castro, pesquisadora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP.
Betacaroteno
O que faz: Ajuda a diminuir o risco de câncer.
Como age: Quando ingerimos gorduras e proteínas, o betacaroteno se converte em vitamina A, protegendo as células do envelhecimento.
Onde encontrar: Abóbora, cenoura, mamão, manga, damasco, espinafre, couve.
Isoflavonas
O que fazem: Atenuam os sintomas da menopausa.
Como agem: Por ter uma estrutura química semelhante ao estrógeno (hormônio feminino), alivia os efeitos de calor e cansaço da menopausa e da tensão pré-menstrual.
Onde encontrar: Soja e seus derivados.
Licopeno
O que faz: Está relacionado à diminuição do risco de câncer de próstata.
Como age: Evita e repara os danos dos radicais livres que alteram o DNA das células e desencadeiam o câncer.
Onde encontrar: Tomate e seus derivados, além de beterraba e pimentão.
Ômega 3
O que faz: Diminui o risco de doenças cardiovasculares.
Como age: Reduz os níveis de triglicerídeos e do colesterol total do sangue, sem acumulá-lo nos vaso sanguíneos do coração.
Onde encontrar: Peixes de água fria, como salmão e truta, e óleo de peixes.
Flavonóides
O que fazem: Diminuem o risco de câncer e atuam como antiinflamatórios.
Como agem: Anulam a dioxina, substância altamente tóxica usada em agrotóxicos.
Onde encontrar: Suco natural de uva e vinho tinto, além de alimentos como café, chá verde, chocolate e própolis.
Probióticos
O que fazem: São microorganismos vivos que ajudam no equilíbrio da flora intestinal.
Como agem: Impedem que bactérias e outros microrganismos patogênicos se proliferem no intestino.
Onde encontrar: Iogurtes e leite fermentado.

7 comentários:

  1. Oi Bia,
    Engordei + 2 Kg! Estou em desespero, mas não vou entrar em dieta coletiva, pois detesto fracassar publicamente...
    :)))
    Bjkas e um feliz 2011.

    http://gostodistonew.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Betty, que história de "fracassar publicamente...", não deu certo, roda baiana e começa tudo de novo, não veja como fracasso, veja como tentativas de buscar melhor qualidade de vida, fique tranqüila, ninguém vai lhe cobrar nada, muito menos achar que fracassou, tenho certeza que vc iria dar uma força legal para muitas participantes da dieta coletiva. VEM!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Beatriz

    Acho que é uma ideia sensacional à que está necessitando. Aliás um incentivo extra, pois quando se faz coisas em grupo fica muito mais fácil
    Me perdoe a demora em retribuir seu comentário, mas tirei um dias de folga do blog.

    Uma ótima Segunda-Feira para vc.

    Bjoooooooooooo.............

    ResponderExcluir
  4. Oláa! estou seguindo.. obg pela visita!
    vc eh mto gentil
    bjosss e otimo 2011!!!

    ResponderExcluir
  5. Vou me inspirar em vcs!!
    :)
    Força!
    bjoss

    ResponderExcluir
  6. Oi! Amiga

    Ótima postagem!

    Na verdade, o que eu preciso é de uns 3 quilinhos, sou muito magra. Eu tenho dificuldade para ganhar peso, mais pra perder é muito fácil, se eu passar um dia sem me alimentar direito, um quilo a menos. Porém, é melhor eu ficar como estou, porque quando a agente ganha uns quilinhos, o que aumenta é a barriga, eu queria que fosse as pernas, ou melhor por igual.

    Caminhada é bom!

    Amiga, uma excelente semana pra você!

    Abraços*

    ResponderExcluir

Amo a participação de vocês! Através dos comentários, troca de experiências, informações, alertas, "puxadas de orelhas". Tudo é uma eterna aprendizagem... Grata.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template customizado por Meri Pellens.Tecnologia do Blogger.
Voltar ao topo