29 de junho de 2010

Pé na Estrada...

O nossa "charanga"  não é a Land Rover do "Tio" Virgílio (foto), mas mesmo assim vamos cair na Estrada e conhecer um pouco do Nordeste brasileiro, lembram que postei sobre a Fenearte em Recife -PE, pois, estamos partindo hoje para lá, espero conhecer, aprender, e ver muitas novidades da nossa arte popular, que além de rica é de uma diversidade espantosa, sempre estou me surpreendendo.
Não darei férias para vocês, vou programar postagens diárias e quando chegar vou compartilhar os " meus olhares" sobre a viagem com vocês.
Bye!!!

26 de junho de 2010

Índios Online

Conversar com um índio Ashaninka que vive em uma pequena aldeia no interior do Estado do Acre, por e-mail? Sim, o que há anos era absolutamente impensável  hoje é algo viável graças a ações como a da Rede de Povos da Floresta (www.redepovosdafloresta.org.br). Criada em 2003, a rede virtual  é resultado de um movimento social que começou nos anos 90 com o Seringueiro Chico Mendes e algumas lideranças indígenas, e hoje reúne comunidades unidas pelos mesmos ideais: o de preservação do meio ambiente, das culturas tradicionais e dos territórios originais através do acesso à informação e da comunicação.
Fonte: Revista vida Simples Abril/2010, edição 91.

Conheça um pouco o meu povo... 

22 de junho de 2010

"Filé Para Júlio"

Não deu para evitar, o meu fotografo amador, não resistiu e tirou foto do prato principal do jantar especial que preparei para o dia dos namorados (que passou). Bem... a receita é complicada porque a medida é feita no "olhometro" mas o resto é simples.
Nome: Pode ser "Filé Para Júlio"

Vamos lá: Corte o filé mignon em forma de tornedos, enrole todos em fatia de bacon prenda com palito e coloque no marinado para outro dia (cuidado com o sal, o bacon é salgado) - outro dia - frite os filé no azeite (pouco azeite), reserve - prepare o molho madeira com a sobra do azeite que ficou na panela. O molho depois de pronto, coloque o filé nele com os cogumelos jogue em cima um pouco de noz moscada ralada e azeite, ferver 5 minutos - pronto!

 Para acompanhar: Creme de milho verde (fresquissímo), bata o milho no liquidificador, coe, coloque no fundo da panela uma colher de manteiga e o milho coado, sal, após o creme ficar denso e cozido, coloque creme de leite (pode ser com o soro, não ferva mais), o resto é só arranjo, pode ser cebolinhas em conserva, folhas frescas de manjericão ou aspargos (use a imaginação).
Acredito esta ser a receita mais fora de esquema que vocês já leram, mas com amor todas as medidas acabam dando certo.


21 de junho de 2010

Portugal - Bola Cheia!

Eta!!!!!  07 gols, Portugal com bola cheia, Parabéns! Próximo jogo o coração ficará dividido... Eta vida "marvada!!!"

19 de junho de 2010

Coleção Mistura Brasileira - 023

Biojóias - Conj. Pulseira/brinco com cascalho da semente de jupati, pedras quartzo verde e citrino.

18 de junho de 2010

Triste Nota

Hoje fiquei órfã de um dos meu autores prediletos... José Saramago não está mais fisicamente entre nós, a sua luz deve estar brilhando em algum lugar especial...
Faleceu tranqüilo entre os seus entes queridos, e viveu o bastante para deixar um legado para os meus e seus filhos e será eterno em nossas memórias.
Saudades - José Saramago.

Bia.

Coleção Mistura Brasileira - 022

Biojóia - conj. Colar/pulseira com semente de açaí meio lixado, buriti tingido e flores de crochê.

17 de junho de 2010

Praias do Tocantins...

Estamos em pleno mês das festas Juninas, juntando com a Copa - é festa no Brasil que não acaba mais, seguindo mês de julho - férias escolares, aniversário do meu "tesouro" e o meu aniversário; se "euzinha" tivesse nascido na França seria festa dupla com o feriado nacional. Não poderia perder a oportunidade para divulgar um dos patrimônio turísticos do Estado do Tocantins: As praias de água doce, esta é a época em que os rios secam e aparecem maravilhosas praias de areias alvíssimas  e finas (foto), as águas ficam com um aspecto  esverdeado transparente, no Sul do Estado as pessoas têm por hábito acampar o mês todo nas praias, vários Municípios têm programação especial para o mês de julho. Venha conhecer um pedaço especial do Brasil e não esqueça de passar por Tocantinópolis - temos praias e JUBIART também. Até a próxima... 

Telas "Babaçus"

Óleo sobre tela, é uma composição de 3 telinhas como tema a semente,  fruta (coco interno) e a palha do babaçu

16 de junho de 2010

Se Alimento Tivesse Bula...

Minha amiga Soraya um dia enviou-me por e-mail essas dicas excelentes que estou compartilhando com vocês. Abraços...

Se alimento tivesse bula...


ALHO Previne hipertensão, câncer e inflamações, combate os radicais livres e reduz os níveis de colesterol

DOSE DIÁRIA*: 1 dente

AVEIA Combate o colesterol ruim e níveis elevados de açúcar no sangue

DOSE DIÁRIA*: Farelo – 4 colheres de sopa; farinha – 6 colheres de sopa

AZEITE DE OLIVA Reduz o colesterol ruim e previne inflamações

DOSE DIÁRIA*: 2 a 4 colheres de sopa

FRUTAS E VERDURAS EM GERAL FOLHAS VERDES, CENOURA, PEPINO, BETERRABA, ABÓBORA, ABOBRINHA, LIMÃO, MAÇÃ, LARANJA, BANANA, PÊRA, ABACATE, MELÃO E MAMÃO. Previnem doenças do coração, diabetes Mellitus, câncer, hipertensão arterial e alterações na retina

DOSE DIÁRIA*: 300 a 400 gramas

PEIXES MARINHOS SALMÃO, ATUM, SARDINHA Combatem a aterosclerose e as doenças do coração

DOSE SEMANAL*: 2 filés pequenos, no mínimo

PRODUTOS LÁCTEOS FERMENTADOS COM LACTOBACILOS VIVOS. Melhoram a atuação da flora intestinal e combatem os radicais livres

DOSE DIÁRIA*: de 2 a 10 frascos

SEMENTES OLEAGINOSAS NOZES, AVELÃS, AMÊNDOAS E PRINCIPALMENTE CASTANHA-DO-PARÁ. Previnem doenças do coração e o colesterol ruim, além de combater os radicais livres

DOSE DIÁRIA*: 30 a 50 gramas

SEMENTE DE LINHAÇA Ajuda a evitar colesterol e câncer no tubo digestivo

DOSE DIÁRIA*: 10 gramas, no mínimo

SOJA Previne colesterol ruim, câncer de mama e osteoporose e melhora os sintomas da menopausa

DOSE DIÁRIA*: 25 gramas de proteína texturizada ou 1 xícara de chá de grãos

SUCO DE UVA OU VINHO TINTO Ajuda a evitar doenças cardiovasculares e cerebrais, além do câncer

DOSE DIÁRIA*: 2 copos de suco (400 ml) ou 1 taça (250 ml) de vinho tinto

TOMATE Previne câncer da próstata, doenças do coração e aterosclerose

DOSE DIÁRIA*: xícara de chá

VEGETAIS CRUCÍFEROS NABO, BRÓCOLIS, COUVE-FLOR, RABANETE, REPOLHO, AGRIÃO E FOLHAS DE MOSTARDA Ajudam a evitar cânceres de mama e de próstata e combatem os radicais livres

QUANTIDADE DIÁRIA*: xícara de chá

* Quantidade recomendada para obter os melhores efeitos

PARA SABER MAIS

LIVRO



• Faça do Alimento seu Medicamento, Jocelem Mastrodi Salgado, Madras

15 de junho de 2010

Conhecendo Mais o Babaçu...




Babaçu


O babaçu é um tipo específico de palmeira que cresce de forma extensiva no nordeste do Brasil e produz um coco muito pequeno. O coco é geralmente coletado por mulheres de uma das regiões mais pobres do Brasil, chamadas de quebradeiras de coco babaçu. A fruta do babaçu é suplemento essencial da dieta e fonte de renda para famílias em comunidades rurais da região, e ainda hoje tem um grande valor econômico, porque rende um número infinito de produtos derivados.

Da castanha se produz o óleo de babaçu, que tem aroma de avelã e é usado em pratos regionais, especialmente a base de peixe. Os cocos são coletados nos babaçuais pelas quebradeiras, que quebram as castanhas com um machado para extrair o óleo. Os cocos caem das árvores quando estão maduros e são coletados em pequenas áreas de terra trabalhadas coletivamente pela comunidade local e trabalhadores sem terra. A apropriação ilegal da terra por grandes empresas e o aumento de cultivo de soja em grandes monoculturas industriais estão ameaçando a sobrevivência da produção do coco de babaçu. A maior parte das castanhas é vendida para a cooperativa de pequenos produtores de Lago do Junco (na região do Médio Mearim), que produz o óleo e outros produtos derivados. O óleo extraído é usado para a fabricação de sabonetes, cosméticos, margarina, gorduras especiais e óleo de cozinha. Para extrair o óleo comestível, as castanhas são torradas, esmagadas no pilão e misturadas à água quente, que facilita a separação das partes oleosas das castanhas. A farinha do mesocarpo do babaçu, rica em amido, é usada em receitas locais e para preparar uma bebida nutritiva. Com o endocarpo, produz-se carvão.

A produção de coco de babaçu está concentrada no parte sul do estado do Maranhão, ao norte do estado de Tocantins e no estado do Pará. No sul do Maranhão cerca de 1550 famílias de agricultores familiares e extrativistas vivem da produção do babaçu e produtos derivados.



Nome e endereço de contatos relevantes com os produtores

Mayk Honnie Gomes de Arruda

Rua Ciro Rego, 218, Centro - Pedreiras - Maranhão

Tel: +55 (99) 3642 2152 begin_of_the_skype_highlighting +55 (99) 3642 2152 end_of_the_skype_highlighting

assemacomercio@assema.com.br

12 de junho de 2010

Júlio

Hoje é aquele dia comercialmente famoso, "Dia dos Namorados", deixando o comércio para lá... É sempre gostoso falar de quem nós amamos, minha alma gêmea (força do jargão, não somos tão idênticos assim) é um intrépido cavalheiro, que voa, escala, rema, fotografa, abre a porta do carro e puxa cadeira para a dama, para completar a embalagem é inteligente e amoroso. Defeitos? Alguns... Mas eles somem quando vejo suas qualidades, é com certeza o amor - aquele que cristaliza e tira o que de melhor temos dentro de nós: o sentimento, a razão (as vezes), a consciência, a capacidade de amar e ser amado. 
Júlio é a minha vida, já cristalizou no meu coração.
Para vocês minhas amigas (os) um bom dia dos enamorados!  

Foto: Verão passado, conhecendo São Sebastião do Tocantins - TO, ahh! o fotográfo amador? É Júlio - O CARA!

7 de junho de 2010

Que a  luz do nascer deste sol, ilumine seus passos neste início de semana.
Foto: Rio Tocantins, na margem palmeiras de babaçu.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template customizado por Meri Pellens.Tecnologia do Blogger.
Voltar ao topo