31 de março de 2010

Páscoa

A páscoa remete-te a dois sentimentos: dor e amor, e o amor sempre está presente na minha vida através dos meus filhos Leonardo e Izaias.
Celebrar a páscoa é celebrar a vida.
Feliz Páscoa!




27 de março de 2010

Tocantinópolis-TO fica situada também numa zona de cocais, babaçu é uma palmeira natural encontrada em abundância em nossa região, conhecida como Bico do Papagaio, do babaçu se aproveita tudo: a casca; o coco e o óleo; tudo deriva; tudo se transforma - a coleção BABAÇU COLOR é mais uma desta transformação de uma fonte de riqueza natural e cultural do Estado do Tocantins.
Não deixe de dar uma olhadinha na próxima semana, aceitamos sugestões. Luz para todos!


Nova coleção


Estamos criando com muito carinho a coleção BABAÇU COLOR, estaremos postando fotos na próxima semana.





18 de março de 2010

Exposição

Muito bom ver a comunidade acadêmica do Campus de Tocantinópolis - TO, prestigiando a cultura popular através dos trabalhos da JUBIART - Grata!

Como conservar a sua biojóia

*JUBIART*
Artesanato com semente da Amazônia e do Cerrado

COMO CONSERVAR SUA BIOJÓIA:

· Guardar em local seco e arejado;
· Colocar junto das sementes pedra de naftalina;
· Não borrifar perfumes em cima das sementes, pode perder o brilho ou soltar a cor (caso seja pintada);
· De 6 em 6 meses passar um óleo vegetal ou mineral.

· Biojóia de semente na roupa – evitar colocar de molho ou lavar em máquina, não deixar por muito tempo o tecido molhado em contato com a semente.
Seguindo essas dicas você terá uma biojóia de semente por vários anos.


Contato/informações – Beatriz (63) 3471-4117 – biaarte@hotmail.com
Av. Nossa Srª. Dos Navegantes, n° 737 (Beira Rio).
CEP 77900-000

Tela - "Ilha do Bananal"

Acervo particular - Técnica: óleo sobre tela, reprodução de uma fotografia de um casal apaixonado (também pela natureza).

11 de março de 2010

Endereço JUBIART

Av. Nossa Srª dos Navegantes, n° 737 - Beira Rio, Tocantinópolis - TO - Brasil, CEP: 77.900-000.
Fone: (63) 3471-4117

Repelente Natural

Encontrei um planfleto com uma receita super prática:
COMO SE FAZ O REPELENTE QUE APRENDI COM PESCADORES

1/2 litro de álcool;
1 pacote de cravo da Índia (10 gramas)
1 vidro de óleo corporal (100 ml)
a) Deixe o cravo curtindo no álcool por 4 dias agitando, cedo e de tarde; depois coloque o óleo corporal (pode ser de nenê, de amêndoa, camomila, erva doce, aloe vera etc.).
b) Passe uma só gota no braços e pernas e o mosquito foge do cômodo de onde vc estiver!
O repelente evita que o mosquito sugue o sangue e, assim, ele não consegue maturar seus ovos e vai diminuindo a proliferação do mesmo na região.
Ioshiko Nobukuni - sobrevivente da dengue hemorrágica.

9 de março de 2010

Visitas à oficina

Visita da turma jardim I, Escola Municipal Mãe Eduvirgens na oficina da JUBIART.

Exposição UFT

Biojóias - Exposição na UFT...

Exposição UFT

Exposição da JUBIART na UFT – Tocantinópolis –TO/2009.

Casca de chichá


Casca de chichá secando, para o trabalho artesanal o ideal é coletar na árvore a casca seca, quando suas sementes já foram dispersas na natureza, a sua semente serve de alimento, depois de torrada tem o sabor parecido com a da castanha de caju.

Coletando casca

Coletando casca de chichá em Tocantinóplis –TO.

Coletando jatobá

Júlio na Beira do Rio Paranã coletando jatobá maduro, cidade Paranã –TO.

Coletando algodão bravo

Bia e Izaias coletando num córrego casca de algodão bravo, cidade de Palmeiropólis –TO.

Família JUBIART

Família JUBIART (Júlio, Izaias, Beatriz) mateiros e amantes da Amazônia e Cerrado.

Cidade de Tocantinópolis

A cidade de Tocantinópolis – To nasceu em 1818 com o nome de Boa Vista dada a altitude que se encontrava a região, rodeada de magníficos babaçuais que perduram até hoje. Esta paisagem da casa e a área da frente ficam aproximadamente uns 50 metros da água do rio Tocantins, no verão se distância um pouco mais, é o extremo norte do Tocantins, do outro lado do rio fica Porto Franco – MA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template customizado por Meri Pellens.Tecnologia do Blogger.
Voltar ao topo